ela ainda não sabe

Ela ainda não sabe. Ela está dormindo no sofá e ainda não sabe. Quando acordar, receberá a notícia que fará seu corpo não sentir a gravidade por alguns instantes. Fará ela achar que todos os órgãos do seu peito foram arrancados, deixando apenas um espaço vazio. Irá sentir como se lá dentro soltaram um pequeno passarinho que assustado tenta escapar, voando e trombando nas paredes a procura de uma saída. Voando e trombando, voando e trombando, o passarinho vai viver perdido naquela imensidão oca. Depois de alguns segundos, ela vai pensar que é o mesmo que sentiu no desaparecimento do Simba, quando esqueceram o portão de casa aberto, quando ela ficou sem saber o que fazer da vida, quando ela não conseguia nem imaginar como seria viver sem alguém que se ama. Achar que esses dois sentimentos são iguais será um consolo, por um tempo, mas com a passagem dos dias ela entenderá que a nova perda é bem pior. Levará muito tempo para o passarinho conseguir se libertar e para o seu peito ser preenchido por algo novo. Algo duro, seco, insensível, mas mais aceitável. Tudo isso terá início em breve, com a notícia. Mas agora ela ainda está dormindo tranquila e ainda não sabe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s