Novo Livro, Novos Aprendizados

capaebook72

Acabei de publicar mais um livro.

E isso significa dizer que eu terminei de escrever um livro. Mas existe uma diferença muito grande entre as duas coisas.

Essa é a segunda vez que eu termino esse livro. Há alguns meses eu tinha dado como finalizado o “Querendo Ser Elvis” e estava apenas na dúvida se publicava ou não (isso já era um sinal de que eu não considerava o livro acabado). E isso estava me incomodando.

Por que eu não estava satisfeito?

Para mim é normal terminar de escrever um texto e achar que ele poderia ficar melhor. Faz parte do processo e principalmente do prazo que eu tenho para escrever. Mas, nesse caso específico, eu não tinha um prazo definido para lançar um livro. Só achava que já tinha passado muito tempo com essa história e não sabia direito o que melhorar.

Decidi então passar para algumas pessoas lerem e darem suas opiniões. E isso gerou um aprendizado enorme.

Os comentários e as críticas foram excelentes. Recebi feedbacks incríveis sobre personagens, dicas de como intensificar o plot e sugestões de como apresentar melhor a história toda, incluindo outras formas e outros pontos de vista.

Depois de analisar cada comentário, eu fiz uma lista de tudo que eu achava pertinente e possível de alterar. Foi então que aconteceu mais um grande aprendizado. Eu simplesmente tive que desapegar de certos aspectos, abandonando alguns detalhes da história e tive que criar novos detalhes, novos personagens, novas relações e novos conflitos.

Para se ter uma ideia, a história é sobre um vocalista e letrista de uma banda famosa, mas até a versão que eu tinha escrito, eu não mostrava nenhuma música da banda. Fazia algumas citações de nome de música e versos durante a história, mas nada muito elaborado. Então, durante o processo de reescrita eu resolvi criar uma dezena de músicas para a banda, e, com elas também tentei mostrar a evolução do personagem, justamente usando as letras que ele escrevia.

Das diversas lições que eu aprendi durante essa redefinição do “Querendo Ser Elvis”, a primeira delas foi entender que uma história só está pronta quando você está satisfeito com ela e, até isso acontecer, eu posso mudar o quanto eu quiser. E o maior desafio é encontrar motivação e paciência para dar uns passos atrás e refazer grande parte do que tinha feito, para depois seguir em frente com mais confiança.

Mas o resultado, acredito eu, ficou bem melhor. Valeu a pena.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s